Como comprar remédio, American Style

Ok, ok, eu sei que eu venho bitching about vários aspectos da adaptação nos Estados Unidos.

E isso não é legal, porque os Estados Unidos tem muita, muita coisa boa também e eu tô aqui e tô sendo super bem recebida e tudo mais e daí eu volto pra casa e fico escrevendo coisas meios ruinzinhas sobre o país, de acordo com a minha perspectiva.  E não é porque eu tô achando que esse país só tem coisas ruinzinhas, mas não mesmo. É só porque essas coisas são as coisas legais de escrever.

Mas chega, bora mudar isso hoje!

Então, ok, Estados Unidos tem coisas não super bacanas, como todo país tem suas coisas pouco bacanas. Tipo, banheira do Gugu. Tipo calçada esburacada. Né? Ou a profissão de amolador, que é uma pessoa tem que ficar gritando na rua e acaba interrompendo cochilos da tarde. Ou tipo uma cidade onde as pessoas falam 2 idiomas e você só fala um desses idiomas e as pessoas cismam em se comunicar com você justo no idioma que você não fala.

Enfim, esse tipo de coisa. Mas os Estados Unidos tem umas coisas incríveis, fodas mesmo. E elas te pegam de surpresa, e te fazem ignorar todas as coisas não bacanas e você pensa “porra, esse país é foda”.

Uma das coisas mais impressionantes que eu vivi até agora é o sistema americano de comprar remédio. Vamos fazer um pouquinho de role playing aqui comigo:

Como se compra remédio no Brasil:

Você marca hora no médico, chega no médico, espera. Espera. Lê uma Caras inteira. Espera. Faz a consulta, faz um exame. Marca outra hora pra voltar, pra pegar o resultado. Volta. Espera. Folheia a mesma Caras da consulta passada. Espera. Tem uma consulta que dura 10 minutos que é basicamente o médico falando “Tem que tomar 2 semanas de Amoxilina, 1 cápsula de manhã e duas de noite”. Ok. Pega a receita com o médico. Pega o carro. Vai na drogaria Araújo da Av. do contorno. Não tem onde parar o carro. Para meio na fila dupla. Entrega a receita pro moço da farmácia. Ele não entende a letra do médico. Chama o outro moço, outra menina também chega. Juntos, eles concluem que provavelmente deve ser Amoxilina. Você pensa ‘jesuis’ e pede o remédio. Você precisa de 42 cápsulas mas o moço diz que só tem em embalagem de 60. Ele pode pedir na central pra chegar dali a uns dias. Você: “Não, daí a de 60 mesmo”. Volta pro carro chega em casa, esquece como que tinha que tomar o remédio. Liga pro médico, fala com a secretária, espera ele ligar de volta. Ele te liga. Boa, ok esclareceu. Começa a tomar o remédio.

Procedimento pa-drão de compra de remédio no Brasil. Nem te passa pela cabeça que pode existir outra maneira de se conseguir remédios no mundo.

Pois chego nos Estados Unidos.

E como se compra remédio por aqui:

Você marca hora no médico. Chega na consulta. É atendido (!?!). Faz a consulta, faz um exame. Depois de 3 dias o médico te liga, falando: “Saiu o resultado aqui, já sei que remédio você tem que tomar. Qual a farmácia mais conveniente para você?” Você diz que tem uma farmácia CVS na rua da sua casa, mas não sabe direito o número. O médico consulta alguma fucking awesome database do tinhoso e diz: “Claro, a CVS número 546”. Você incrédulo não consegue nem responder. O médico te diz que em meia hora você pode passar na farmácia.

Você vai na farmácia a pé de boa, chega, meio que sem saber o que tá acontecendo e só joga assim no ar: “Oi eu sou a Camila, será tem algum remédio aí pra mim? Porra! Se tem. Eles te entregam simplesmente um tubinho com exatamente o número de pastilhas que você vai ter que tomar, etiquetado com seu nome, o nome e telefone do seu médico e as instruções de como tomá-lo.

O que acabou de acontecer?

Eu não sei. Não sei até hoje, não sei como, como o médico se comunica com a farmácia ali da minha esquina, como um sistema tão elaborado com pode ser feito num fluxo tão pleno? Aliás, falando sobre aceitar que alguns países fazem as coisas melhor do que outros: mundo, bora adaptar o sistema americano de conseguir remédios.

Esse país é foda ou num é?

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s