Sobre calcinhas e aceitação

Deixa eu ver seu eu me explico: tem algumas coisas no mundo que alguns países simplesmente fazem melhor do que outros. Então assim, um país começa a fazer uma coisa, e começa a fazer essa coisa muito bem. E os outros países reconhecem isso, tomam aquele pais como referência e começam a fazer mais ou menos igual. Tipo: a Franca com o vinho. Opa! Sucesso. Eles começaram a fazer vinho, há muito tempo atrás, o negócio foi dando certo, dando certo, dando certo e hoje em dia se você pensa em qual deve ser o melhor vinho do mundo, te vem um vinho francês na cabeça. E como isso tem vários exemplos pelo mundo, tipo vodka é a da Russia, o jamón tem que ser ibérico, o melhor iogurte é grego e o melhor marido, alemão. Boa e velha otimização de recursos, sobrevivência do mais forte ou o que quer que seja.

São coisas que com o passar do tempo, o resto do mundo foi vendo que AQUELA maneira que AQUELE país tinha de fazer AQUELA coisa era A melhor maneira. E ponto. Então ótimo, não tem razão pela qual achar isso ruim, ficar com inveja do outro país, insistir na sua versão local que é pior, mas só porque é a sua versão, onde já se viu? Vamos abraçar essa versão melhor que o outro país criou sem drama, bola pra frente.

E eu sempre achei que isso já estava muito estabelecido com a calcinha brasileira.

Todo mundo sabe que por décadas as mulheres Europeias e Americanas viveram nas treeeevas da dualidade entre calçolão e fio dental.

Uma história triste.

De um lado, aquele calçolão de vó, que marcava da maneira mais antiestética qualquer calça ligeiramente mais justa que você botava. Aquela calcinha que sim, era confortável, era acolhedora mas deixava até a Adriana Lima meio brochante.

Do outro, a calcinha fio dental. Uma calcinha que talvez possa ser vista como sexy (nhem.) mas que inevitavelmente ficava entrando dentro do seu ser em tamanha profundidade e com tamanho desconforto que era simplesmente impossível manter o bom humor – e a elegância. Impraticável.

E, enquanto isso, em terras tupiniquins, olhe veja: uma calcinha desenhada à perfeição! Um equilíbrio lindo entre conforto e estética, de uma simplicidade e eficiência surpreendentes, uma ode a compreensão plena do que é o ser feminino no seu âmago mais profundo!!! A calcinha brasileira.

Daí nos últimos anos, globalização, internet, e essa coisa toda divulgou a calcinha brasileira pelo mundo. E o que você esperava? Obviamente a extinção de qualquer outro modelo meia-boca e redondamente inadequado de calcinha. Nunca mais veríamos um calçolão ou alguém vergonhosamente desenterrando uma calcinha fio dental na vida. Certo?

Bom, na Espanha eu te digo que a tendência é bem assim – você ainda encontra alguns modelos calçolões, e algum resquício de fio dental mas o que bomba mesmo é o modelo “brasileñas”. Óbvio.

Pois então essa semana lá vou eu aqui em Boston fazer o que é essa tarefa banal de comprar simples “calcinhas de algodão para repor calcinhas  velhas” e o que eu encontro???

Dúzias e dúzias de calçolões de vovó.

Pilhas de calcinhas fio dental.

Gente, juro eu tentei. Eu rodei muita loja, tentei outlet, loja de lingerie, pensei que talvez na Victoria’s Secrets, que é mais pra frentex eu encontraria alguma versão mais abrasileirada, um modelo experimental… em vão.

E então eu me pergunto, por quê, EUA? Meu povo Americano! Obama!

Vocês são referencia mundial pra tanta coisa! Vocês tem Hollywood! Nasa! A George Foreman grill! Las Vegas!

Por quê não deixar de lado essa bobagem, encarar que nesse quesitozinho tão ínfimo o modelo Americano falhou e assumir de uma vez por todas a superioridade brasileira no design de calcinhas? É hora de deixar pra trás o que não deu certo, o que foi superado, deixar a calcinha brasileira conquistar o espaço que merece nesse país!

Eu deixo aqui o meu apelo. Vai que o Obama lê o post.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s